sábado, 15 de novembro de 2014

Baleia pode explodir

Se você se deparar com uma baleia morta encalhada, não vá cortá-la, pois pode ter uma surpresa.


sábado, 8 de novembro de 2014

Diferenças entre cabra, bode, cabrito, carneiro, ovelha e cordeiro

Muitas pessoas tem dificuldade para diferenciar estes animais, aqui estão algumas diferenças entre eles:

Cabra é a fêmea do bode e o filhote deles é chamado cabrito.
O carneiro é o macho da ovelha e juntos geram os cordeiros.
Com relação a carne dos cabritos e cordeiros:
Os cabritos tem carne magra com coloração escura e os cordeiros apresenta carne clara, macia e rica em gordura.

Veja as imagens de cada um abaixo:
Bode
Cabra

Cabrito

Carneiro

Ovelha

Cordeiro

sábado, 18 de outubro de 2014

Clique Ciência: existe algum ser imortal na natureza?

Todo mundo aprende na escola que os seres vivos nascem, crescem, reproduzem-se e morrem. Para uma espécie de criatura que vive no mar, porém, morrer não faz parte, necessariamente, do destino. A não ser que seja abocanhada por um predador, a água-viva da espécie Turritopsis dohrnii pode viver indefinidamente. Sua capacidade de rejuvenescimento fez com que ela ficasse conhecida como "Benjamin Button" ou "Highlander" dos oceanos.

O primeiro cientista a revelar a suposta "imortalidade" dessa água-viva foi o então estudante de biologia marinha alemão Christian Sommer, em 1988. Mas o principal responsável pela fama de imortal dessa espécie é o japonês Shin Kubota, do Laboratório de Biologia Marinha Seto, ligado à Universidade de Kyoto.

Kubota dedica sua vida ao estudo da Turritopsis, entre outras criaturas marinhas, a ponto de receber grupos escolares com frequência no local onde vive, numa cidade litorânea na província de Wakayama. O pesquisador já compôs diversas músicas em homenagem à água-viva, cantadas à exaustão nos karaokês que frequenta e nos programas de TV e rádio aos quais comparece no Japão.

O cientista já esteve no Brasil, colaborando em pesquisas no Centro de Biologia Marinha (Cebimar) da USP (Universidade de São Paulo). Segundo o diretor do centro Antonio Carlos Marques, que chegou a acompanhar Kubota num karaokê, a capacidade de rejuvenescimento da Turritopsis pode existir, também, em outras espécies do mesmo grupo. Porém, só foi bem documentada, até agora, nessa água-viva que virou a obsessão de Kubota.

Turritopsis faz parte do filo dos cnidários, também chamados de celenterados. Sua principal característica é a presença de cnidas, células onde fica a toxina que torna as águas-vivas, medusas e caravelas tão assustadoras. Nos seres humanos, o veneno de algumas espécies pode causar reações alérgicas e até choque anafilático.

As águas-vivas passam por duas fases em seu ciclo de vida: a de pólipo, quando ficam fixas em uma base, como uma rocha, e geram inúmeros descendentes por reprodução assexuada, e a de medusa, "produtos" da reprodução que nadam pelo oceano. "É como se fossem milhares de cópias nadando juntas, ou clones, que compartilham o mesmo genoma", descreve Marques.

Como células-tronco

A particularidade da Turritopsis é a presença de células não diferenciadas, análogas às células-tronco humanas. Elas são totipotentes, ou seja, podem se transformar em qualquer célula e compor qualquer tecido, e garantem um processo de regeneração contínuo a essas águas-vivas.  Ou seja: mesmo depois de atingir a fase adulta reprodutiva de medusa, seus tentáculos se degeneram e ela volta à fase larvar e imatura de pólipo. E assim sucessivamente. "Digo aos meus alunos que é o sonho de consumo de todo ser humano: rejuvenescer o tempo todo e poder voltar a ter pele de bebê, ou rejuvenescer seus órgãos e tecidos", comenta o professor.

Uma maneira de observar a "mágica" da Turritopsis é, curiosamente, induzir o estresse na água-viva. Em uma demonstração feita a um jornalista do The New York Times, em 2012, Kubota "esfaqueou" a medusa diversas vezes com um instrumento de metal. Depois de alguns dias, o repórter viu a criatura adquirir o formato de uma almôndega, gerar brotos e virar novamente um pólipo.

O processo também acontece sem o estímulo sádico: para um estudo sobre aTurritopsis publicado na revista Biogeography, Kubota acompanhou uma colônia durante dois anos e, nesse período, a viu renascer dez vezes. Nada mal para uma "highlander".

Ainda é cedo para dizer se o estudo dessa água-viva vai levar à descoberta de algum elixir da juventude. A própria promessa que há alguns anos ressoava sobre produzir órgãos inteiros com células-tronco ainda continua distante.

Mas o cientista Carlos Marques lembra que muitas conquistas existentes na sociedade foram fruto da observação de processos naturais, como é o caso da fermentação. Já o cientista japonês é mais otimista: ele não só acredita que a água-viva ajudará o homem a desvendar o segredo da longevidade como já manifestou que teme a aplicação precoce desse conhecimento, a exemplo do que ocorreu com a bomba atômica.

Alguns especialistas advertem que o termo "imortalidade", no caso dessa água-viva, é relativo. Ele pode ser usado porque a Turritopsis transmite o mesmo genoma indefinidamente, mas não com as mesmas células. Na mesma reportagem do The New York Times, um professor de ciências marinhas compara a criatura a um Benjamin Button que, depois de virar feto, volta a nascer. Apesar de ter o mesmo genoma, ele seria um novo ser, com células recicladas, novo cérebro e novas vivências. Não é algo muito animador para um ser humano que almeja a vida eterna, né?
Fonte: www.uol.com.br

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Homem morre após ficar cerca de 6
horas em quarto de motel em Xanxerê

Segundo a polícia, homem deixou o motor do carro ligado.
Suspeita é de que a causa da morte seja intoxicação por fumaça.

Patrícia PozzoDo G1 SC
Casal passa aproximadamente seis horas em motel do Oeste de SC (Foto: Polícia Militar de Xanxerê/Divulgação)Casal passou aproximadamente seis horas em motel do Oeste de SC (Foto: Polícia Militar de Xanxerê/Divulgação)
Um homem de 61 anos morreu na noite desta quinta-feira (10), após passar aproximadamente seis horas em um quarto de motel em Xanxerê, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com o Corpo de Bombeiros da cidade, o casal foi encontrado na cama e o homem estava desacordado deitado ao lado da mulher.

O casal teria entrado no motel por volta das 13h e foi encontrado no local perto das19h, no bairro São Romero. Ainda segundo os bombeiros, um funcionário achou estranho o tempo que o casal estava no quarto e o fato do carro continuar ligado. Quando foi verificar, ele encontrou o homem desacordado e acionou o Corpo de Bombeiros. 
O casal foi encaminhado ao Hospital Regional São Paulo (HRSP). O homem morreu por volta das 22h, com suspeita de intoxicação por monóxido de carbono. A mulher, de 46 anos, foi atendida na emergência da instituição.

O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Xanxerê. De acordo com informações do HRSP, a mulher continua em observação na emergência da unidade, sem previsão de alta.
O carro teria ficado com o motor ligado devido a um problema na partida do veículo. De acordo com a Polícia Civil, um inquérito será instaurado para investigar o caso.

Fonte: www.uol.com.br

domingo, 22 de junho de 2014

Prefeitura lança projeto inédito de compostagem doméstica

O prefeito Fernando Haddad lançou nesta segunda-feira (16) um projeto inédito de compostagem doméstica, que irá distribuir 2.000 composteiras para reutilização de resíduos orgânicos. O processo transforma restos de alimentos em adubo e reduz a quantidade de resíduos enviados aos aterros da cidade. O projeto integra a agenda ambiental da cidade de São Paulo, que inclui a criação de centrais mecanizadas de triagem de resíduos sólidos, a implantação de 400 quilômetros de ciclovias e a adoção das lâmpadas de LED para a iluminação pública.

“Depois da entrega da central mecanizada de triagem, que vai cuidar dos resíduos secos, nós estamos iniciando um projeto em São Paulo para cuidar dos resíduos orgânicos, que pode ser aproveitado na forma de adubo orgânico, para hortas comunitárias, nos parques e nas praças. A nossa meta é diminuir em 20 anos 80% do resíduo que vai para aterro hoje e que ocupa espaço precioso na cidade, que deveria estar sendo usado para parques ou CEUs”, afirmou Haddad. Em 5 de junho, a Prefeitura inaugurou no bairro de Ponte Pequena a primeira central mecanizada de triagem da América Latina, que tem capacidade de processar 250 toneladas de resíduos sólidos por dia.

Segundo o prefeito, nesta fase inicial, as composteiras serão distribuídas em caráter experimental, para avaliar os hábitos da população e formatar o melhor modelo para ampliação da escala do projeto. Durante o evento, realizado no Centro Educacional Unificado (CEU) Casablanca, zona sul, Haddad também afirmou que a ampliação da compostagem será realizada com o reaproveitamento dos resíduos orgânicos produzidos no preparo das mais de um milhão de refeições servidas na escolas municipais.

O financiamento das iniciativas é realizado pelas empresas Loga e Ecourbis, concessionárias da coleta de lixo. “Nós não estamos colocando recursos orçamentários da Prefeitura para este programa. O contrato que nós temos com as empresas de coleta prevê que 0,5% do que é pago todo mês seja investido em educação ambiental. Este programa então está sendo financiado com os recursos das concessionárias”, explicou o secretário Simão Pedro (Serviços).

Quando depositados nos aterros sanitários, os resíduos orgânicos resultam em problemas ambientais, como por exemplo a formação de chorume tóxico, que pode infiltrar-se no solo e contaminar a água subterrânea. Diariamente, são enviados para o aterro sanitário 18 mil toneladas de resíduos, sendo 10 mil toneladas de resíduos domésticos. Dos resíduos domésticos, 5.000 toneladas diárias são resíduos orgânicos.  “Estamos falando em cerca de 50% dos resíduos que vão para os aterros e poderão ser desviados de lá se a população se engajar. A compostagem em domicílio, além de ser uma ação cidadã, é também uma ação de consciência ambiental”, disse Silvano Silvério, presidente da Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana).

Inscrição
As pessoas interessadas em participar do projeto devem se inscrever no site do Composta São Paulo. Segundo a Organização Morada da Floresta, responsável pelo projeto, os participantes serão selecionados de forma a atingir perfis diversificados de renda e de hábitos, para que a pesquisa seja abrangente das diferentes necessidades da população.

A primeira participante é Lurdes Luna, 79 anos, que nesta manhã recebeu das mãos do prefeito Haddad uma composteira doméstica do projeto. A dona Lurdes, como é conhecida na região do CEU Casablanca, estava entusiasmada com a novidade. “Vou encher de plantas esta casa. Já tenho uma hortinha com coentro, cebolinha, salsinha, couve e rúcula. Mas agora com o adubo vou poder plantar alface e mais outras verduras”, planeja Lurdes.

Para participar, é necessário ter um espaço de cerca de 60 cm X 40 cm X 90 cm e ter produção diária de resíduos orgânicos. “Não exige muito tempo, são cerca de 20 a 30 minutos por semana. Só tem o trabalho de colocar na composteira e de fazer a troca das caixas uma vez por mês. O mais importante é a vontade de mudar os próprios hábitos e transformar a cidade”, explicou Cláudio Spíndola, da entidade Morada da Floresta. A organização não-governamental estima que nos primeiros cinco meses será possível compostar 300 toneladas de resíduos.

Os integrantes do projeto receberão uma composteira doméstica e deverão participar de três oficinas e de pesquisas sobre o andamento da adoção da compostagem. Nas oficinas aprenderão detalhes do manejo e do funcionamento do processo. Ao longo de seis meses, pesquisas levantarão os problemas e soluções encontradas na mudança de hábitos.

O equipamento é composto por duas caixas digestoras e uma caixa que armazena o líquido resultante do processo. As caixas recebem os resíduos orgânicos, como cascas de ovos, borra de café e cascas de frutas e legumes, e matéria vegetal seca, como serragem e folhas secas. Minhocas aceleram o processo de compostagem, que resulta em húmus e biofertilizante líquido, que é coletado por uma torneira na parte inferior das caixas.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Pálido ponto azul, de Carl Sagan


sexta-feira, 20 de junho de 2014

Bela imagem de pássaros filhotes

Hoje vi uma imagem muito bonita que são dois filhotes de pássaro em um ninho no meio do mato, imagem que fotografei e vou procurar acompanhar o desenvolvimento dessas aves, isso é se não forem eliminados por predadores, espero que não.

Veja as imagens abaixo:



sábado, 24 de maio de 2014

A água está acabando?

Atualmente se tem falado muito em falta de água, principalmente em São Paulo que está sofrendo com esse problema da forma mais séria de todos os tempos.

Escutando esses problemas as pessoas ás vezes começam a pensar que a água está acabando, o que não é verdade, a água existente no planeta hoje é a mesma de muito tempo atrás. um dos grandes problemas com relação a isso é a poluição da água. O governador do estado de São Paulo Geraldo Alckimin têm o interesse de canalizar água do rio Paraíba do Sul, acabo me perguntando onde está a água do rio Tietê? no mesmo local, o problema é que a população poluiu, então o problema não está somente na falta de água em alguns reservatórios e sim na poluição do rio Tietê, fator que foi provocado pela população da cidade.


A quantidade de água no planeta

Vendo nosso planeta do espaço percebemos que a cor que predomina é o azul, pois 77% do nosso planeta é coberto de água e 23% de solo. Dos 77% de água, somente 2,5% é de água doce, o restante é de água salgada, ou seja, inapropriada para o consumo humano.


Como professor sou muito perguntado sobre por quê não se extrai o sal da água dos oceanos para que possa ser utilizado por seres humanos, já existe tecnologia para isso, mas é um processo muito caro para se fazer em grande escala, o que torna esse processo inviável.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Por que os corpos afogados flutuam?

Hoje fui perguntado por uma aluna sobre por que os corpos de pessoas afogadas afundam e depois flutuam, resolvi esclarecer aqui no blog também.
Quando uma pessoa se afoga alguns locais do corpo que estavam cheios de gases, vão dando lugar a água, como por exemplo nos pulmões, consequentemente o corpo fica mais denso do que a água e afunda, com o passar do tempo as bactérias decompositoras produzem gás internamente no corpo o que faz o cadáver inchar, assim o corpo fica menos denso do que a água e flutua.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

É possível engravidar na primeira relação sexual?

Muitas pessoas pensam que na primeira relação sexual, não é possível engravidar, algo que é mito, tanto pode engravidar na primeira como na última relação sexual.
Mesmo que não houvesse a possibilidade de engravidar, poderia se contaminar por alguma doença sexualmente transmissível.
Portanto qualquer relação sexual deve ser feita com responsabilidade, utilizando preservativo, assim preservando sua saúde e evitando uma gravidez indesejada.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Reflexão do Dia

Daqui cem anos não importará:
o tipo de carro que dirigi,
o tipo de casa que morei,
o tipo de roupas que vesti e
nem quanto eu tinha depositado no banco.
Mas o mundo poderá estar um pouco melhor, isso porque:
fui importante na proteção da vida e na formação de pessoas: fui BIÓLOGO, fui PROFESSOR.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Piada do dia

O sapo foi se consultar com uma cartomante e assim que ela
distribuiu as cartas sobre a mesa, profetizou:
- Vejo uma moca loira, muito bonita e inteligente, querendo
saber tudo sobre você...
- Croac! Quando e onde eu vou conhecer essa gatinha?
- Semestre que vem, na aula de Biologia!

Introdução a Biologia


sábado, 25 de janeiro de 2014

A origem do beijo na boca

Em praticamente todas as culturas, o beijo é considerado uma demonstração de afeto. Amigos costumam se beijar no rosto como um ato de cumprimento ou de despedida. As formas de beijar variam de região para região.

O beijo na boca é considerado pelos ocidentais um gesto ligado apenas às relações românticas e sexuais, enquanto que em alguns países da Europa é comum o “selinho” entre amigos, até entre amigos de mesmo sexo.

No estado de São Paulo é comum cumprimentar as pessoas com um beijo na face, já no estado do Rio de Janeiro o normal são dois beijos, um em cada face. E há pessoas que se saúdam com três beijos, usando a expressão “três pra casar”.

O beijo na boca não possui uma origem definida, mas há registros de sua prática em pinturas datadas de 2.500 a.C., no templo Khajuraho, na Índia.

Sabe-se que na Antiguidade o beijo na boca entre homens era comum, mas simbolizava um status hierárquico, de forma que se um homem fosse considerado inferior, o beijo deveria ser dado no rosto. Muitos aspectos sociais e políticos envolveram a prática do beijo em Roma e na Grécia.

Uma variação mais sensual é o beijo de língua, difundido entre os franceses por volta de 1920.

Fonte: http://www.sitedecuriosidades.com
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Loading...